Spiga

Dúvidas sobre espiritismo




Boa tarde,


Leio com alguma frequência os diversos artigos e entrevistas, bem como as informações que são colocadas no blog de espiritismo, o qual me tem permitido perspectivar alguns assuntos de forma diferente.
Agradeço a possibilidade de poder ler a informação disponibilizada.


Tenho no entanto algumas questões que gostaria de esclarecer, as quais provavelmente estão no blog mas que não encontrei ainda.
a)      Na minha zona aparecem por vezes locais com a designação "Centro de ajuda espiritual". Os centros referidos são centros de espiritismo?


b)      Nunca fui a um centro espírita, por um lado por receio de ser confrontado com fenómenos para os quais não tenho entendimento e também porque antes de ler o vosso blog pensava que eram os locais onde os médiuns se reuniam para as suas sessões mediúnicas.
A visita a um centro espírita implica de alguma forma que exista um contacto prévio ou que quem vá tenha que ir obrigatoriamente ao passe, ou pode apenas assistir a uma palestra?


c)      Tendo já lido alguns dos livros recomendados, o livro dos espíritos e o dos médiuns, embora não de uma forma aprofundada, faz sentido por exemplo fazer o curso online?


Para esclarecer,  o meu interesse por estas temáticas tem por finalidade tentar entender um conjunto de situações que se têm passado na minha vida quer a nível familiar e profissional que ao nível da saúde, de forma a poder viver cada dia com um pouco mais de tranquilidade e paz.


Agradeço desde já o vosso tempo e disponibilidade para me responderem.


Duarte


Olá Duarte,

Agradecemos as palavras que dirigiu a blog de espiritismo.

Quanto às suas questões:

a) Os locais designados por "Centro de ajuda espiritual" não são locais espíritas, esse é o nome recente com que a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) baptizou os seus locais de culto.

b) Pode ir a um centro espirita à vontade, sem qualquer tipo de receio... não irá ser confrontado com nenhum tipo de fenómeno, as reuniões mediunicas são privadas, não ocorrendo portanto no período de palestra publica.
Contacto prévio, só se for para obter mais esclarecimentos sobre a morada ou horários, não é obrigado a ir ao passe e pode perfeitamente ir assistir a uma palestra e vir embora.

Num centro espirita idóneo ninguém lhe irá perguntar se é espiritia ou não, qual o seu partido politico ou profissão, nada, é um local perfeitamente livre, com pessoas completamente normais.

c) Faz todo o sentido fazer o curso básico, online ou presencial, é sempre diferente poder esclarecer duvidas, trocar pontos de vista, etc. para o curso basco online sugerimos a página da ADEP (Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal) em http://www.adeportugal.org/cbe/

Por certo esse seu interesse pelo espiritismo irá dar os seus frutos, conhecimento não ocupa lugar e poderá começar a ter uma outra perspectiva da vida.

Se pretender, poderá ter acesso a várias moradas de associações espíritas na página Centros Espíritas (lista da ADEP).

Grande abraço.
A equipa do Blog de Espiritismo

Partilhe este artigo:

4 comentários:

Ivana Maria

3.3.11

Foi bastante providencial as dúvidas apresentas pelo Duarte. Creio que sejam muito comuns às pessoas que se deparam com a doutrina espírita. Também eu tenho ainda, apesar de algumas leituras em busca de esclarecimentos, várias dúvidas e inquietações. Quem sabe um dia eu também as envie, ou quem sabe elas aos poucos vão se resolvendo a medida em que visito este e outros blogs, assim como sites e leituras indicadas relacionadas ao espiritismo. Um abraço a todos.

Anónimo

5.3.11

Há algum tempo, li um livro de um autor britânico no qual a determinada altura ele fala sobre as diferenças entre o espiritismo kardecista e o espiritismo dos países de língua inglesa.
Ele fala na questão da reencarnação. Eu pergunto: se a reencarnação é uma lei divina, não é estranho que os espíritos que se comunicaram com os mediuns ingleses e norte-americanos não falem sobre a reencarnação?
A segunda questão tem a ver com as reuniões mediunicas que são privadas no kardecismo e públicas no espiritismo anglófono. Não será o carácter privado dessas reuniões uma forma de afastar os não convertidos?

sir_joaopaulosoares

5.3.11

Mas que livro??!!

e anglofonos não são paises onde têm como lingua principal o Inglês??!!

e nao esta a fazer confusão de reunioes com palestras??!!

E esse espiritismo kardecista, o que é? e converter??

acho que náo consegui compreender as suas duvidas provinientes de tanta confusão, sem ofender, apenas o meu ponto de vista..

André

6.3.11

Tentei responder a ambos:

http://blog-espiritismo.blogspot.com/2011/03/espiritismo-e-moderno-espiritualismo.html

Abraço,

AA

Enviar um comentário